Nesta terça-feira, 20 de agosto, a Assessoria de Tecnologia da Informação do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) encerra as visitas de campo pelos conselhos regionais com a promoção de mais um encontro temático, dessa vez no Conselho Regional de Nutricionistas da 9ª Região (CRN-9). As palestras abordam questões relacionadas à segurança da informação e estratégias de expansão de serviços eletrônicos no Sistema CFN/CRN.

Participam do encontro todo o corpo funcional do CRN-9, bem como o conselheiro federal Fábio Rodrigo Santana dos Santos e o assessor de TI, Vinícius Bonfim. Na ocasião, os colaboradores conheceram detalhes do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), ferramenta online de gestão de documentos e processos administrativos, criada e cedida gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

A nutricionista Rita Frumento, presidente do CFN, destaca que o investimento em tecnologia na gestão tem o objetivo de tonar o atendimento no CFN e nos regionais mais seguro e eficiente. “A nossa gestão tem convicção que essas ações vão refletir diretamente na melhoria do atendimento à sociedade e aos profissionais. Esse sistema está sendo desenvolvido pelo nosso departamento de tecnologia com o cuidado necessário para atender as necessidades funcionais do Sistema e, obviamente, da categoria. Vamos acompanhar a evolução da implantação do SEI, fazer correções necessárias e tornar a gestão ainda mais eficiente”.

Além de contribuir para a celeridade e o dinamismo da comunicação oficial, o SEI tem como objetivo promover a eficácia e a eficiência na administração pública. O sistema integra o Processo Eletrônico Nacional (PEN), uma iniciativa conjunta de instituições de diversas esferas de poder a fim de construir uma infraestrutura de troca de dados em ambiente eletrônico, seguro e confiável, com garantia de acesso remoto.

Integração

O CFN é uma dessas entidades. Antes de implementar o SEI, seus colaboradores passaram por treinamento e fases de teste até a sua completa utilização. Eles também participam de reciclagens periódicas para melhor aproveitamento da ferramenta. As visitas da assessoria de TI do CFN servem para conhecer a infraestrutura técnica e computacional do Sistema CFN/CRN para avaliar possíveis aprimoramentos.

No âmbito do sistema, as visitas de campo devem contribuir ainda para a elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI). Segundo o artigo 2º da Instrução Normativa nº 04/2010, é um instrumento que visa atender às necessidades tecnológicas da instituição, devendo estabelecer metas e ações para a área de TI. É uma exigência governamental, com fundamento no Decreto-Lei nº. 200/67 e em acórdãos do Tribunal de Contas da União (TCU).