Novos profissionais atuarão no atendimento domiciliar e farão o acompanhamento nutricional e dietético dos pacientes acamados

O projeto de lei 70/17, que amplia o número de nutricionistas e fisioterapeutas na rede municipal de saúde já está protocolado na Câmara Municipal e agora segue para a apreciação dos vereadores. Ao todo, o município quer contratar 18 novos profissionais, a proposta é do prefeito Chico Brasileiro, que quer ampliar o número de profissionais para melhorar o atendimento na promoção de saúde, além de possibilitar atendimentos personalizados para pacientes acamados.

“Estamos trabalhando para que as pessoas tenham a oportunidade de cuidar de sua saúde e não apenas tratar suas doenças. O papel dos nutricionistas nesse contexto é fundamental, queremos trazer a segurança alimentar como um tema do cotidiano.” Destaca o prefeito Chico Brasileiro.

A iniciativa do prefeito em valorizar a segurança alimentar, chamou a atenção do presidente do Conselho Federal de Nutricionistas, Elido Bonomo e da presidente do Conselho Regional de Nutrição (CRN8), Maria Emilia Daudt Von Der Heyde, que estiveram reunidos com o prefeito na manhã de ontem (15).

“Foz do Iguaçu está de parabéns por dar atenção à nutrição como uma forma de promover saúde. Nós temos conversado com as instituições formadoras, mostrando que os nutricionistas podem fazer muito mais do que tem feito, principalmente, ajudando a planejar, identificar e a gerir as políticas públicas de alimentação e nutrição.”, afirmou Bonomo.

A presidente do Conselho Regional de Nutrição (CRN8), Maria Emilia Daudt Von Der Heyde, também enfatizou o apoio da entidade às políticas públicas que estão sendo implantadas na cidade.

A nutrição faz parte do programa de medicina preventiva. Através dela é possível evitar doenças e melhorar a qualidade de vida para as pessoas.

Fisioterapeutas

Outro destaque do projeto é o aumento do número de fisioterapeutas. Segundo os indicadores epidemiológicos, as Doenças Crônicos Não Transmissíveis devem ser prioridade na estratégia dos atendimentos. A fisioterapia é fundamental para evitar o agravamento de problemas como hipertensão, artroses, lombalgias, hérnias discais e cervicalgias, podendo até mesmo evitar o surgimento de várias dessas ocorrências.

Com o aumento no número de fisioterapeutas a prefeitura também pretende evitar que problemas da coluna vertebral engrossem as filas das Unidades Básicas de Saúde. Atualmente estudos revelam que mais de 80% da população sofre com esses problemas.

Fonte: Ascom – Prefeitura de Foz do Iguaçu