O PL 119/2018 que busca proibir a formação em nível de graduação na área da saúde EaD também esteve em pauta

A conselheira federal de farmácia, Márcia Saldanha, e representantes de diversos outros conselhos de profissão da saúde acompanharam nesta quarta-feira, 11, a aprovação do Projeto de Lei 118/2018, de autoria do deputado Paulo Siufi, que proíbe a formação de profissionais níveis médio/técnico na área da saúde por meio de cursos à distância. Foram 18 votos favoráveis e nenhum contra a proposta, que agora será encaminhada para a sanção do Governo do Estado de MS.

4_3

Ainda nesta quarta-feira, 11, os representantes da área da saúde acompanharam os trabalhos da (Comissão de Constituição e Justiça) da Assembleia Legislativa de MS em que tramitou o PL 119/2018, também de autoria do Paulo Siufi, que busca proibir a formação de profissionais em nível de graduação na área da saúde na modalidade ensino a distância (EaD). O projeto foi destinado ao deputado estadual, Lídio Lopes, que será o relator da proposta. Ao término da reunião da CCJ, os representantes estiveram reunidos com o parlamentar que garantiu que dará parecer favorável ao PL.

Fonte: Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul
Foto: CRF/MS