A campanha nacional de vacinação contra a influenza será realizada até o dia 1º de junho, com o objetivo de reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza.
No sábado, dia 12 de maio, será o dia “D” de Mobilização Nacional. Por isso, é importante que toda a população participe para ampliar a cobertura vacinal. Segundo informações da coordenadora geral do Programa Nacional de Imunização da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), Antonia Maria Silva Teixeira, 11 milhões de doses já foram aplicadas, em 2018.
Crianças, gestantes e idosos estão no grupo prioritário para receber a vacina. Crianças menores de 9 anos, que estão sendo vacinadas pela 1ª vez, devem receber duas doses da vacina, sendo a segunda aplicação após o intervalo de 30 dias.
O Conselho Nacional de Saúde (CNS) recomendou ao Ministério da Saúde que amplie as doses de vacinação para as populações vulneráveis, entre eles pessoas em situação de rua e migrantes em abrigos, especialmente no estado de Roraima. A vacina proporcionará proteção contra os três principais vírus que circulam no Hemisfério Sul, inclusive o da influenza A (H1N1).