Material gratuito tem o objetivo de ampliar o debate sobre o tema e informar a população sobre como se alimentar de forma mais saudável

Para comemorar o Dia Mundial da Alimentação, o Idec lança nesta terça-feira (16) o e-book gratuito   10 Mitos e Verdades sobre Agrotóxicos – Guia prático para uma alimentação mais consciente e saudável.

O objetivo do material é ampliar o debate sobre o assunto e mostrar que algumas afirmações, já bem conhecidas, nem sempre são verdadeiras.

A discussão a respeito do uso de agrotóxicos no País ganhou grande destaque no cenário nacional a partir de maio deste ano, após uma das comissões especiais da Câmara dos Deputados colocar em pauta e aprovar o PL nº 6299/02, conhecido como  Pacote do Veneno. De autoria do Ministro da Agricultura Blairo Maggi, o projeto facilita o uso da substância no Brasil.

“O pacote confunde a população a respeito dos prejuízos a saúde humana e ao meio ambiente causados pelo uso indiscriminado de agrotóxicos, além de colocar em risco a alimentação adequada e saudável de todos. Fizemos esse material para combater a desinformação, esclarecer termos e mostrar evidências para incentivar os leitores a terem uma alimentação saudável e consciente”, afirma Rafael Arantes, nutricionista do Idec.

Além de informações gerais sobre o uso do veneno no País, o e-book traz os principais mitos e verdades sobre o tema. Os leitores podem achar informações sobre se lavar bem os alimentos elimina os agrotóxicos, se hidropônicos não têm o veneno ou até se agrotóxico é a mesma coisa que pesticida e defensivo agrícola. O material pode ser baixado no site do Idec, clicando aqui.

Atuação de longa data

O Instituto atua no combate ao uso de agrotóxicos no Brasil desde o início dos anos 2000. Devido às iminentes ameaças de retrocessos ao longo dos anos, o Idec e outras organizações da sociedade civil lançaram em 2017 a plataforma #ChegaDeAgrotóxicos a fim de barrar o Pacote do Veneno, oferecendo como alternativa a aprovação da Pnara (Política Nacional de Redução de Agrotóxicos).

Fonte: Idec
Foto: Idec