Boletim 77

Abril de 2017

 

Campanha CFN

#AlimentaçãoÉAssuntoSério

O CFN iniciou, em março, a campanha “Alimentação é Assunto Sério”. A ideia é reforçar o papel do nutricionista, valorizando sua atuação na promoção da saúde e da alimentação saudável e adequada nas escolas, hospitais, postos de saúde, academias, restaurantes, nas políticas públicas, e outras áreas.

No dia 24 de março, o conselho divulgou um vídeo sobre agrotóxico, onde relata que o consumo de alimentos com tal substância provoca doenças como o câncer e alergias, e ressalta que ela permanece por muito tempo na natureza prejudicando o solo e a água.

Outros vídeos sobre obesidade, suplemento alimentar, diabetes, hipertensão, obesidade infantil e alimentos diet e light serão divulgados para reforçar a campanha, que será encerrada em 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação.

 

Consulta sobre novo Código de Ética é prorrogada

Até 19 de maio, nutricionistas e coletivos de estudantes podem apresentar suas contribuições ao texto do novo Código de Ética e de Conduta do Nutricionista. A consulta pública está disponível em www.cfn.org.br

Para apresentar sugestões, é importante ler o texto e identificar em qual parte pretende apresentar a contribuição. Esta é a reta final da construção coletiva do Código. Participe!

50 anos de regulamentação da profissão

No dia 24 de abril de 2017, os nutricionistas comemoram 50 anos de regulamentação da profissão no Brasil, garantida com a Lei nº 5.276/1967. Desde então, a caminhada pela valorização do exercício profissional vem avançando, obtendo vitórias significativas e expandindo a área de atuação da categoria.

Porém, em 1939, bem antes dessa lei ser regulamenta, é criado, pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, o primeiro curso de Nutrição do país. Dez anos depois, em 31 de agosto, é instituída a Associação Brasileira de Nutricionistas (ABN), data que passa a ser considerada o Dia do Nutricionista. Saiba mais: https://goo.gl/TpgQ6E

 

Não aos cursos EaD na Saúde

Os estudantes de Nutrição também estão na luta contra o Ensino a Distância na Saúde. Em conjunto com as Executivas de Estudantes da Farmácia, Medicina, Fisioterapia e Enfermagem, os futuros nutricionistas defendem o ensino presencial e o Sistema Único de Saúde. Confira a íntegra do posicionamento em www.cfn.org.br/