O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), como defensor do Direito Humano à Alimentação Adequada e Saudável e da Segurança Alimentar e Nutricional da população brasileira, lamenta que vários frigoríficos nacionais ofertem carnes impróprias ao consumo humano, como investiga a Operação Carne Fraca, deflagrada esta semana. A constatação da existência de alimentos adulterados no mercado precisa ser devidamente apurada, pois alimentos sem a devida segurança sanitária colocam em risco a saúde e a vida das pessoas.
É inadmissível que profissionais de órgãos públicos, que deveriam fiscalizar e garantir a segurança sanitária dos alimentos, violem normas e condutas, inclusive éticas, prejudicando a saúde da população. O CFN acompanha o processo investigatório da operação e espera que as irregularidades sejam rigorosamente sanadas para que os consumidores tenham garantias de que poderão ter acesso a alimentos seguros e saudáveis.
Sessão Plenária 309ª do CFN – Brasília, 18 de março de 2017.