A 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8), considerada o maior evento de participação social do país, foi lançada oficialmente neste sábado (28/07) durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, o Abrascão 2018. O evento aconteceu na sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Manguinhos, no Rio de Janeiro, reunindo cerca de 8 mil participantes.

A 16ª CNS será realizada de 28 a 31 de julho de 2019, em Brasília, e já vem sendo precedida pela realização de diversas atividades promovidas pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) em todo o país. Oficinas, simpósios, fóruns de debates, audiências públicas, manifestações, marchas e participações do CNS em congressos temáticos têm acontecido para mobilizar e potencializar a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), da democracia e dos direitos sociais de todos os cidadãos e cidadãs.

A 16ª CNS também é chamada de “8ª + 8”, como um resgate à memória da 8ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em 1986, considerada histórica por ter sido um marco para a democracia participativa e para a criação do SUS. OS eixos temáticos serão os mesmos: Saúde como Direito, Consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) e Financiamento Adequado.

Construção coletiva

A 16ª vem sendo construída com a participação de todos os segmentos sociais, articulada com as questões transversais de equidade, saúde de pessoas com patologias, das pessoas com deficiência, da população negra, dos trabalhadores e trabalhadoras, dos ciclos de vida, da saúde bucal, da assistência farmacêutica, ciência e tecnologia, promoção, proteção e práticas integrativas, alimentação e nutrição e educação permanente.

“A união é a chance que temos para reverter esse quadro de tragédia que vive o povo brasileiro. Nós, lutadores e lutadoras em defesa do SUS, conclamamos a todos a construir a 8ª + 8. Esse é nosso pacto com o povo brasileiro”, afirmou o presidente do CNS, Ronald dos Santos.

As propostas que serão discutidas na 16ª CNS serão construídas durante as etapas municipais, que devem ser realizadas de 2 de janeiro a 15 de abril de 2019, e nas as etapas estaduais e do Distrito Federal, programadas para acontecer de 16 de abril a 15 de junho de 2019. Também serão realizadas etapas territoriais e livres, obedecendo as regras regimentais, a fim de garantir a diversidade da população brasileira.

As deliberações aprovadas na Etapa Nacional da 16ª CNS deverão subsidiar a estruturação da proposta do Plano Nacional de Saúde e Plano Plurianual de 2020/2023.

Fonte: Ascom CNS
Foto: Abrasco